Voltar

Objeto do Mês | setembro 2019

 

Registo de Santo
"Milagre de Nossa Senhora da Nazaré", não datado (séc. XVIII?)
Gravura a buril, colorida
Pergaminho, 13,7 x 9,4 cm
Cedência do Museu Nacional de Arqueologia, 1973
Museu Dr. Joaquim Manso inv. 267 Grav.  


Setembro é o mês das Festas em Honra de Nossa Senhora da Nazaré, cujo dia se celebra no dia 8. 

Este Registo de Santo do Milagre de Nossa Senhora da Nazaré a D. Fuas Roupinho é um exemplar de iconografia e suporte muito raros, uma gravura a buril, colorida, sobre pergaminho.

No canto superior esquerdo, a Virgem surge entre nuvens e ampara o Menino no seu lado direito, ambos com resplendor. À direita e em primeiro plano, olhando para este conjunto sagrado, o cavaleiro D. Fuas estanca o cavalo no cimo do penhasco, de onde se precipitou o veado em direção ao mar.

Como características diferenciadoras neste registo note-se a humanidade da Virgem e do Menino; o posicionamento deste à direita da mãe (o Menino é frequentemente amparado no lado esquerdo de Nossa Senhora, do lado do coração); bem como a escala concedida ao cavalo e seu cavaleiro, que ocupam praticamente toda a largura da composição, ao invés das habituais representações mais distanciadas, que por norma fazem ressaltar a altura do penhasco em relação ao mar onde se distribuem embarcações, o que não sucede neste registo.

No plano inferior, sob a moldura de filete preto, apresenta uma inscrição: “nossa S. de Nazareth/ Iacobis de Man le pere”. No verso, em letra manuscrita, a tinta: “Sorte pª o Rdº. Pe. Comfessor” (“Sorte para o Reverendo Padre Confessor”).

***** ***** ***** ***** ***** *****

Conta a lenda que, em 14 de setembro de 1182, num dia de nevoeiro, quando D. Fuas Roupinho, alcaide-mor do Castelo de Porto de Mós, andava à caça nesta região, encontrou um belo veado. Na perseguição desenfreada, o veado (que seria o diabo disfarçado), precipita-se do alto do promontório sobre o mar, salvando-se D. Fuas miraculosamente, por intercessão de Nossa Senhora da Nazaré, cuja imagem estava escondida numa pequena gruta no penhasco.

Segundo a tradição, esta imagem foi executada por São José, em Nazaré da Palestina, trazida para um mosteiro perto de Mérida e, aquando a invasão árabe em 711, foi transportada até esta região pelo último rei godo, D. Rodrigo, e Frei Romano.

Em ação de graças, neste local do milagre, D. Fuas terá mandado erguer uma pequena igreja - a Ermida da Memória. A partir do séc. XIV, teve início a edificação do Santuário, que desde sempre recebeu a proteção real e foi sendo remodelado e ampliado ao longo dos séculos, e que ainda hoje acolhe numerosos peregrinos e turistas de todo o mundo.

 

registo santo nazaré

 

Com a divulgação dos milagres da Senhora da Nazaré, o "Sítio" (do Milagre) converteu-se num importante centro mariano de peregrinação de todo o país. Anualmente, em setembro, aqui se realizam as "Festas em Honra de Nossa Senhora da Nazaré" (CNSN), mobilizando a vinda de vários Círios.

Deste Santuário, acompanhando a Expansão ultramarina e a Diáspora portuguesa, o culto foi sendo divulgado por vários cantos do mundo, dando origem a diversas manifestações e práticas devocionais, tendo um especial fulgor no Brasil.

Face à história e expressão destas manifestações, que congregam e aproximam tantas comunidades, encontra-se em preparação uma candidatura a Património Imaterial da Humanidade

Se desejar saber mais sobre este registo do Milagre de Nossa Senhora da Nazaré, clique aqui.

Da nossa biblioteca, sugerimos a leitura do capítulo dedicado ao Milagre de Nossa Senhora da Nazaré a D. Fuas Roupinho no livro “Lendas de Portugal” (1965), de Gentil Marques, com ilustrações de Tom.

O Museu Dr. Joaquim Manso – Museu da Nazaré possui numerosas obras referentes a esta solenidade e culto em honra de Nossa Senhora da Nazaré, desde uma considerável coleção de “registos de santo”, “lâminas”, obras de arte, ourivesaria, objetos etnográficos e fotografias.
Conheça parte desta coleção do Museu Dr. Joaquim Manso no nosso site.

Data: 01/09/2019 a 30/09/2019

Local: Museu Dr. Joaquim Manso | Nazaré

Publicação: 02-09-2019

Categorias

Partilhar

Notícias e Eventos

Em Destaque