Voltar

Objeto do Mês | maio 2019

 

Armindo Viseu (Viseu, 1916 – 2004)
Pescador da Nazaré - Domingos da Caperta, s.d.
barro
alt. 23,5 cm
Espólio de Eurico de Castro e Silva
Museu Dr. Joaquim Manso inv. 13 Esc.


Pequena peça de barro representando o pescador nazareno Domingos Venâncio, localmente conhecido por Domingos da Caperta.

Filho de Adriano Venâncio e de Maria Flozinha, Domingos nasceu em 16 de novembro de 1887, na Nazaré, tendo tirado cédula marítima em 17 de abril de 1903.

Era uma figura típica do quotidiano piscatório da Nazaré da primeira metade do século XX, sendo objeto frequente de representação por alguns artistas. Na coleção do Museu Dr. Joaquim Manso, existe também uma pintura com a sua representação, da autoria de Manuel Coelho da Silva (MDJM inv. 117 Pint.).

O autor desta peça foi Armindo Ribeiro (1916-2004), escultor, pintor e medalhista natural de Viseu, que, por isso, adotou o nome artístico de Armindo Viseu.

Esta obra integrava o espólio de Eurico Castro e Silva (1916-1968), que constitui um dos núcleos fundadores do Museu Dr. Joaquim Manso. Eurico Castro e Silva nasceu na Nazaré, filho de Lino Castro e Silva, que era proprietário da “Cerâmica do Areal” e grande defensor dos valores culturais da Nazaré, tendo integrado os corpos gerentes da Liga dos Amigos da Nazaré, fundada em 1956. Após a sua morte, em 1959, Eurico Castro e Silva segue as pisadas do pai a nível económico e cultural, desenvolvendo um trabalho notável em prol da conservação do património nazareno e criação de um museu.


Mais informação sobre esta obra (MatrizNet).

Mais informação sobre o pescador Domigos da Caperta em "Figuras do quotidiano da Nazaré", Museu Dr. Joaquim Manso, 1985.

 

domingos da caperta Museu Nazaré

Data: 01/05/2019 a 31/05/2019

Local: Museu Dr. Joaquim Manso | Nazaré

Publicação: 30-04-2019

Categorias

Partilhar